Saboreando o Pão de queijo

A história

De tradição mineira, estipula-se ter sido criado no século XVIII, porém, não se sabe ao certo qual foi o período de sua origem.

Como mais uma prova da originalidade do povo brasileiro em momentos de dificuldades, já que pela falta de sistema logístico o cultivo do trigo era escasso até o século XX, as cozinheiras começaram a utilizar o polvilho, derivado da mandioca, e juntar com os queijos que estavam envelhecendo e ficando sem textura. Fazendo dessa combinação, o nosso delicioso pão de queijo.

Foi necessário esperar mais de 200 anos para que essa iguaria ultrapassasse a fronteira do estado e chegasse a São Paulo. Trazido pela Arthêmia Chaves Carneiro em 1960, simpática senhora que virou símbolo da rede Casa do Pão de Queijo, precisou de pouco tempo para virar símbolo de um excelente acompanhante do café, seja no período da manhã ou no período da tarde.

 

Em outros países

Caso esteja fora do país e esteja com desejo de comer algo semelhante, não igual, existem algumas tentativas de se igualar. Na Colômbia se pede como “pandebono”, no Paraguai e nas províncias argentina de Missione e Corrientes é chamado de “Chipa”. Possível localizar também no Mato Grosso do Sul e se estiver passeando pelo Equador, será necessário falar que quer um “pan de yuca”

Costa lavos

Na Costa Lavos possuímos o pão de queijo tradicional e os recheados nos sabores Requeijão, Calabresa ou Frango. Disponíveis em gramaturas de 10g, 20g, 40 ou 90g e todas em embalagens com 4kg.

Conheça mais em nosso site: http://costalavos.com.br/