Salgados assados são um diferencial na sua vitrine

salgados assados

Os salgados congelados atraem a atenção de quem procura comida prática

 

Os salgados têm papel fundamental na rotina dos brasileiros. Para muitos, eles fazem as vezes da refeição principal, mas não é o ideal. Uma opção menos agressiva é trocar os fritos por salgados assados.

Eles são gostosos, com uma grande variedade de recheios e sustentam. Por isso é que são os queridinhos para quem precisa se alimentar e está com pressa. E também para quem se dá ao direito de ter uma janta diferente, por exemplo.

A vantagem de não ser frito é que reduz a gordura e, consequentemente, as calorias e possíveis problemas de saúde.

Os salgados Costa Lavos são todos assados. Assim como os pãezinhos, eles vêm congelados e prontos para ir ao forno. E os folhados são compostos por diversas folhas finas de massa que se sobrepõem para deixá-los mais crocantes.

Conheça as nossas opções de salgados assados:

Mudança de patamar

Antes vistos como comida de boteco, gordurosa e de baixa qualidade, os petiscos agora são o tema principal de diversas lojas, franquias de sucesso e virais – diversos modos de se preparar, recheios criativos e formatos diferenciados. Por isso é que são fundamentais para a vitrine ser ainda mais convidativa para os clientes.

A criatividade nas receitas ajudou a mudar a imagem dos salgados, que agora fazem parte de grandes eventos de caráter refinado, como casamentos, formaturas, workshops e reuniões. O croissant é um dos responsáveis por esse ar mais glamouroso, como já vimos anteriormente.

Conhecido em muitos países, o croissant, na tradução para o português chama-se “crescente”. Alguns dizem que sua origem é francesa e outros afirmam que foram padeiros de Budapeste.

A história mais conhecida é a de um grupo de padeiros austríacos que, em uma noite de 1686, durante a guerra com a Turquia, ouviu turcos cavando um túnel sob a cozinha do acampamento, provavelmente para atacá-los desprevenidos. Os oponentes foram detidos. Como prêmio, os padeiros receberam o privilégio de criar uma pastelaria no formato do desenho da bandeira turca, uma lua crescente. Originalmente, sua massa era mais densa e semelhante à de um pão. Foi somente a partir de 1900 que um criativo padeiro francês alterou a receita, tornando a massa mais leve e folhada.